https://www.youtube.com/watch?v=opqfdbFZV10e vídeo

Loading...

terça-feira, 5 de agosto de 2014

( De 2006 a 2014) HISTÓRIA DO GRUPO DE PESQUISA E PERFORMANCE VIVOVERSO

Membros fundadores do Grupo com o poeta Affonso Romano de Sant'Anna na
 I Bienal Internacional de Poesia: Felipe,Yara, Heloísa, Patrícia, Julliany, Mateus, Deliane, Maxçuny e Maíra.




I Simpósio de Crítica de Poesia, monitores com Wagner Barja, Luis Turiba,
 Xico Chaves e Rogério Lima
II Simpósio de Crítica de Poesia- nossa homenagem a Oswaldo Montenegro e aos poetas de Brasília (50 anos): show 'Brasílias de luz", no Teatro do Museu Nacional. O Grupo e o artista à frente, com o diretor do IL e o vice-reitor da UnB.
Músicos da Banda Vivoverso na Bienal
com as poetas Amneres Santiago e Deliane Leite

Felipe, Yara, Julliany, Mateus, Patrícia, Brunna,Maxçuny, Maíra, Deliane,
em "Fale-me de amor". 



Evento 'Memória e perspectivas: 50 anos de Letras na UnB'. Sylvia Cyntrão, Julliany Mucury , José Geraldo de Sousa Jr, reitor,  João Batista de Sousa, vice-reitor e Enrique Huelva, diretor do  IL
Evento "O verso vivo de Vinicius de Moraes" : os músicos Jorge Macarrão, Elga Laborde, (Sylvia),
 Kátia Almeida e Felipe Cyntrão 

O Grupo de Pesquisa e Performance Vivoverso é coordenado pela  professora Sylvia Cyntrão do Departamento de Teoria Literária e Literaturas do Instituto de Letras da UnB . Cadastrado no CNPq pelo nome oficial 'Poéticas contemporâneas', é formado por alunos , professores da UnB e membros da comunidade.
OBJETIVOS
Contemplar a leitura, a análise, a crítica dos poemas e das letras da canção popular e  levá-los à cena teatral, no resgate da palavra falada e cantada. Uma de suas funções acadêmicas é realizar projetos que resultem em  textos de dissertações , teses e artigos que se debrucem sobre as relações da Literatura com as outras artes, sobretudo a canção popular. O Grupo performático tem se apresentado em vários espaços de Brasília, como na própria UnB, no CCBB, nos Teatros da Livraria Cultura e FNAC, Bienais e Feiras do Livro, e em casas de show como Feitiço Mineiro, entre outros.
BANDA VIVOVERSO
Formada por  vocalista, violonista, baixista, pianista e baterista; apresentam shows musicais temáticos diversificados, alternando canções de gêneros diversos (MPB, samba e pop rock) e autorais. A Banda nasceu como o braço musical do trabalho de pesquisa do Grupo na UnB.
BREVE HISTÓRICO -De 2006 a 2014
O Grupo mantém-se ativo desde 2006, já tendo merecido citações elogiosas na mídia. Participou do projeto do CCBB “Poesia no Jardim da filosofia” abrindo  palestra do músico Zeca Baleiro com quem dividiu a cena de introdução. Lançou o CD “Fale-me de amor” com poemas de Affonso Romano de Sant Anna e canções autorais. O CD acompanha o livro ' Poesia o lugar do contemporâneo' , com os textos dos palestrantes do I Simpósio de Crítica de Poesia da I Bienal Internacional de Poesia de Brasília, de 2008, presidida pelo poeta e professor Antonio Miranda, à época diretor da Biblioteca Nacional. O Simpósio  é uma iniciativa de  Sylvia, já  neste ano de 2014 em sua 3a edição.

Após sua 2a edição de 2011 lançou o livro ' Poesia: olhares e lugares', com ensaios do II Simpósio de Crítica de Poesia, poemas inéditos de Nicolas Behr , crônica do jornalista José Castello, Prêmio Jabuti de 2011 e o Roteiro do espetáculo "Brasílias de Luz', em homenagem aos poetas de Brasília e ao compositor e poeta  Oswaldo Montenegro. Um dos membros fundadores da Banda do Grupo , Felipe, lançou seu CD solo "Brasília Só ela" (FAC-DF) em 2011, acompanhado por performances poéticas dos demais membros.

Em 2012 o Vivoverso apresentou-se em configuração diversificada no show "O Verso Vivo de Vinícius de Moraes”, com a pianista Kátia Almeida e o percussionista Jorge Macarrão, em homenagem ao centenário do poeta,  tendo participado dos eventos comemorativos dos 50 anos da criação da UnB e do Instituto de Letras.  Do evento resultou o livro de mesmo nome do evento, com as comunicações dos palestrantes.
Em 2013 continuaram com as apresentações em saraus e iniciaram os preparativos para o show poético-musical “Quem canta comigo? Chico Buarque, Sinal Aberto que acontecerá na Abertura do IIII Simpósio de Crítica de Poesia,  dia 23 de setembro de 2014.

O SHOW DE 2014
Tributo ao cancionista Chico Buarque de Holanda na passagem dos 70 anos de seu nascimento neste 2014, ano que também marca os 40 anos de lançamento do célebre disco Sinal Fechado em que Chico Buarque assina com o heterônimo 'Julinho da Adelaide', visando driblar a censura do governo militar.


O Roteiro é composto de textos e canções do compositor e será performatizado na voz dos integrantes do Grupo, Felipe Cyntrão e Elga Laborde,  acompanhados dos músicos Natan Soares (violão), Marcelo Abreu (bateria), César Souto (piano) e Persus (baixo). A pianista Marília de Alexandria acompanhará a cantora (e professora da UnB) Elga Laborde em participações especiais. As falas ficarão a cargo de Maxçuny Alves , Elisabete Barros, Kelly Viana e Natalle Moura.

A produção visual é de Lemuel Gandara e o figurino é de Alex Moraes (Tertúlia Artesanato Cultural) -artista plástico, professor, parceiro desde sempre.

Ana Clara Magalhães de Medeiros é a assistente de produção de todo o III Simpósio de Crítica de Poesia que, acompanhada de um grupo dedicado de  monitores

zela pela excelência da realização das atividades  . Para completar destacamos a colaboração de Adélia e Márcia, experientes que são no apoio essencial para os trâmites administrativos.

Coordenação  geral e roteiros- Sylvia Helena Cyntrão


****
APOIO
INSTITUTO DE LETRAS-TEL-UnB/
CAPES/ FAP-DF



Nenhum comentário:

Postar um comentário