https://www.youtube.com/watch?v=opqfdbFZV10e vídeo

Loading...

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

VIVOVERSO -HISTÓRICO DO ANO DE 2011



FINALIZAMOS 2010 (SIM, FALO PRIMEIRO DE 2010...) COM A APRESENTAÇÃO EXITOSA DO ESPETÁCULO 'BRASÍLIAS DE LUZ',  DEDICADO AOS POETAS DE NOSSA CIDADE E COM A PROMESSA DA PUBLICAÇÃO DO LIVRO 'POESIA CONTEMPORÂNEA: OLHARES E LUGARES', APÓS A REALIZAÇÃO DO II SIMPÓSIO DE CRÍTICA DE POESIA DE MESMO NOME. EM FUNÇÃO DESTE GRANDE (E NATURALMENTE DESGASTANTE) TRABALHO DO GRUPO, NOS VOLTAMOS EM 2011(AGORA SIM!),  PARA O DESENVOLVIMENTO DOS PROJETOS INDIVIDUAIS.

VAMOS AO HISTÓRICO DESSE 2011 EM QUE  OS MEMBROS DO GRUPO DEDICARAM-SE A PROJETOS PRÓPRIOS, CONECTADOS COM NOSSO COMPROMISSO DE PESQUISA:
  • JULLIANY MUCURY E BRUNNA LIMA  DESENVOLVEM SUAS TESES DE DOUTORADO SOBRE ASPECTOS DA OBRA DO CANCIONISTA RENATO RUSSO, SOB  MINHA ORIENTAÇÃO. AS DUAS -MESTRAS- COM DISSERTAÇÕES DEFENDIDAS EM 2009 E EM 2010, RESPECTIVAMENTE (SOBRE AS POÉTICAS DE FABRÍCIO CARPINEJAR E CHICO BUARQUE)
  •  MAXÇUNY ALVES ACABA DE SER APROVADA COMO MINHA ORIENTANDA ( TAMBÉM TORNOU-SE MESTRA PELO PPg NO INÍCIO DE 2011) E DESENVOLVERÁ SUA TESE DE DOUTORADO TENDO COMO TEMA 'A TANATOLOGIA EM AFFONSO ROMANO DE SANT'ANNA E DRUMMOND'.
  • ISMÊNIA SANTANA DEFENDEU SUA DISSERTAÇÃO SOBRE POESIA DE GÊNERO FEMININO, SOB MINHA ORIENTAÇÃO. AGORA É MESTRA.
  • DELIANE LEITE  DEDICA-SE À POESIA E ÀS PERFORMANCES POÉTICAS, COMO  NA IMPORTANTE 'BIENAL DO B-POESIA DE RUA', REALIZADA NO T-BONE.
  • GABRIEL BORGES E  MÔNICA LUCENA DESENVOLVEM DISSERTAÇÕES NO CURSO DE MESTRADO, EMBORA NÃO SOB MINHA ORIENTAÇÃO DIRETA.
  • LETICIA FIALHO DEDICOU-SE A GRAVAR SEU CD, TEVE CANÇÃO CLASSSIFICADA PARA A FINAL DO CONCURSO DA RÁDIO NACIONAL FM E FAZ CARREIRA SOLO EM APRESENTAÇÕES FREQUENTES NA CIDADE, COM  O MÚSICO PAULO OHANA.
  • FELIPE CYNTRAO LANÇOU SEU CD 'BRASÍLIA , SÓ ELA' EM JUNHO, CUJA CANÇÃO-TÍTULO FOI APRESENTADA EM  'BRASÍLIAS DE LUZ' . FEZ SHOWS FREQUENTES DURANTE O ANO, NA CIDADE, COM REPERTÓRIO AUTORAL E DE MPB. PARTICIPA DO 'PROJETO VERSO-VIVO'*, ATUALMENTE, JUNTO COM OUTROS ARTISTAS DE BRASÍLIA .
  • AUGUSTO RODRIGUES- LANÇOU DOIS LIVROS DE POEMAS E PARTICIPA  DO 'PROJETO VERSO VIVO', MOTIVADO PELO LANÇAMENTO DO LIVRO 'POESIA CONTEMPORÂNEA: OLHARES E LUGARES'  ( SIM, O LANÇAMOS NO TEATRO EVA HERZ DA LIVRARIA CULTURA! )  E QUE JÁ TEVE A VOZ DE NICOLAS BEHR EM SUA CENA.
* 'O PROJETO VERSO VIVO' CONSTITUIU-SE PARA PERFORMATIZAR O  LANÇAMENTO, COM AUGUSTO, ALEX MORAES, FELIPE E SYLVIA CYNTRÃO   E DESDOBROU-SE EM APRESENTAÇÕES:
  • NO CONGRESSO INTERNACIONAL DE HUMANIDADES
  • NA BIENAL DO B -POESIA DE RUA DE BRASÍLIA
  • NA FEIRA DO LIVRO DE BRASÍLIA  E...
 DIA 21 DE DEZEMBRO, NO FEITIÇO MINEIRO (CLN 306), O PROJETO ATUARÁ COM  'FELIPE CYNTRÃO E BANDA' EM SHOW DE MÚSICA E POESIA, COM A PRESENÇA DOS POETAS ALBERTO BRESCIANI, ALEXANDRE MARINO, AMNERES SANTIAGO, ANGÉLICA TORRES, AUGUSTO RODRIGUES,CARLA ANDRADE, DELIANE LEITE, FERNANDA VELLOSO, LETÍCIA FIALHO, LUIS TURIBA E MORVAN ULHÔA.
(O couvert artístico arrecadado será doado a uma instituição de caridade.)

LANÇAREMOS NA OCASIÃO  A LOGOMARCA VIVOVERSO (IMAGEM ACIMA), IMPRESSA PELA PRIMEIRA VEZ EM  'LIVRETO-HOMENAGEM' QUE SERÁ DISTRIBUÍDO COM OS POEMAS DOS AUTORES CONVIDADOS. A LOGO FOI CONCEBIDA ESPECIALMENTE PELO ARTISTA PLÁSTICO ALEX MORAES (TERTÚLIA-PRODUTOS CULTURAIS) E CEDIDA COMO UM PRESENTE AO GRUPO.

****
PATRÍCIA CORRÊA E YARA FORTUNA, bem....elas se dedicaram às suas carreiras profissionais e ao projeto maternidade, o mais poético de todos...Maria Laura , filha de Yara e Felipe, fez 1 ano em 2011 e o bebê de Patrícia está quase chegando! Mas elas vão voltar, tenho certeza, rumo ao doutorado (me contaram). Estaremos esperando com alegria!
****

Quanto à COORDENADORA deste grupo? Agradece com todo o afeto tanto e mais! E espera abraçar a todos e a cada um no dia 21, UMA VEZ MAIS E SEMPRE, PELA POESIA!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

POESIA E MÚSICA na 30a.Feira do Livro de Brasília

VENHA NOS ENCONTRAR  NESTA SEXTA, DIA 18/11!

 POESIA E MÚSICA: O LUGAR DA CIDADE NA VOZ DOS ARTISTAS DE BRASÍLIA’
(arte de Alex Moraes)

O GRUPO DE PERFORMANCE VIVOVERSO - em uma de suas  formações, com Alex Moraes, Augusto Rodrigues , Felipe Cyntrão, Sylvia Cyntrão e Darlan Carvalho na guitarra estará no Café Literário da Feira do Livro de Brasília, nesta sexta, dia 18, às 19h30 (Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade).

Participação especial de Nicolas Behr . 
Na programação , a canção "Poeta de Brasília", com versos do poeta!
"...quando minha veia poética estourou/ela virou pra mim e disse/deixa sangrar...deixa..../
nem tudo que é torto é errado/vejam as pernas do Garrincha/e as árvores do cerrado..."

Após a apresentação Alex Moraes estará recebendo os amigos no stand da sua Tertúlia, com  os livros Poesia contemporânea, olhares e lugares (org. Sylvia Cyntrão)/ CD Brasília, só ela (Felipe Cyntrão), Do livro de carne (brasílias invisíveis) de Augusto Rodrigues  e as lindas camisetas temáticas do projeto 'SOUL DE BRASÍLIA".

Será muito bom vê-los por lá!
www.feiradolivrodebrasilia.com.br

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

1a BIENAL DE POESIA NA RUA de Brasília. 26, 27, 28 de outubro. Venha conosco!!

São várias as atrações apoiadas e promovidas pelos amigos do T-Bone.

Nesta sexta-feira apresentaremos o pocket "Performatizando Brasília" com poemas de Augusto Rodrigues e músicas de Felipe Cyntrão, com a participação de Darlan Carvalho na guitarra.

Veja a programação dos 3 dias no 
http://www.t-bone.org.br

domingo, 16 de outubro de 2011

VIVOVERSO CONVIDA - AGENDA POÉTICO-MUSICAL PARA DIAS 20 E 21

Dia 21 de outubro, sexta-feira, 19h30
Livraria Cultura Iguatemi
Venha vivenciar Poesia e Música conosco!


O EVENTO DARÁ CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO.

***

Dia 20 de outubro ,quinta-feira, 11h
Universidade de Brasília*

  'CONGRESSO INTERNACIONAL DE HUMANIDADES' 
'O lugar da cidade na voz dos artistas de Brasília'

com Alex Moraes, Augusto Rodrigues  
e os músicos Felipe Cyntrão e Darlan Carvalho

Convidado especial - NICOLAS BEHR

*Auditório I da Faculdade de Biologia 

sábado, 17 de setembro de 2011

Vivoverso convida! XIV Congresso Internacional de Humanidades




CONVOCATÓRIA
DÉCIMO QUARTO CONGRESSO


O Instituto de Letras da Universidade de Brasília convida acadêmicos, profissionais da educação e especialistas dos diversos campos do saber, a participarem no DÉCIMO QUARTO CONGRESSO INTERNACIONALDE HUMANIDADES.  O tema central desta edição será Dimensão temporal e espacial da linguagem e da cultura nos contextos latino-americanos.
O Congresso realizar-se-á na Universidade de Brasília, nos dias 19, 20 e 21 de outubro de 2011.
Podem participar as seguintes áreas: História, Geografia, Lingüística, Literatura, Educação, Artes, Música, Psicologia, Sociologia, Filosofia, Antropologia, Ciências, Arquitetura, Línguas Modernas, Clássicas e dos Povos Originários, Comunicação, Ciência Política, Tecnologia.
O Congresso tem as seguintes modalidades: (a) conferências, (b) leitura de comunicações, (c) mesas redondas, (d) plenárias.
O resumo dos trabalhos (abstract) deve ser enviado, no formulário adjunto, diretamente ao e-mail da Coordenação do Congressocongressohumanidades@gmail.com até o 30 de setembro do presente ano.

Brasília, março de 2011

Elga Pérez Laborde: Coordenadora Geral

Instituto de Letras
Campus Universitário Darcy Ribeiro
ICC centro B 1 – 451 CEP 70910-900 – Asa Norte
Telefone: (5561) 3107 6805/6807 –  Tele-fax: (5561) 31076806
 ___________________________________________________________
*

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Vivoverso divulga : Poeta CORSINO FORTES na UnB neste 14 de setembro


Corsino António Fortes (São Vicente1933
Corsino é um dos mais influentes escritores cabo-verdianos. Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa (1966) integrou vários governos na república de Cabo Verde, país de que foi Embaixador em Portugal. Presidiu a Associação dos Escritores de Cabo Verde (2003/06). Autor de obras como Pão e Fonema (1974) ou Árvore e Tambor(1986), a sua obra expressa uma nova consciência da realidade cabo-verdiana e uma nova leitura da tradição cultural daquele arquipélago.


Corsino estará visitando os alunos do Curso de Letras da UnB *, para nossa alegria e enriquecimento, acompanhado pela pesquisadora de sua obra, a Profa. Dra. Christina Ramalho, que atualmente desenvolve  o seu  pós- doutorado sobre o escritor na USP e falará sobre sua obra.

Pecado original

Passo pelos dias
E deixo-os negros
Mais negros
Do que a noute brumosa.

Olho para as coisas
E torno-as velhas
Tão velhas
A cair de carunchos.

Só charcos imundos
Atestam no solo
As pegadas do meu pisar
E fica sempre rubro vermelho
Todo o rio por onde me lavo.

E não poder fugir
Não poder fugir nunca
A este destino
De dinamitar rochas
Dentro do peito...

(Claridade, 1960)
_____________________________________________________________________
* SERVIÇO
Data: 14 de setembro de 2011, quarta-feira
Horário: 12h /13h30  
Local: Campus Darcy Ribeiro /DAES .
Sala AT 1155 (Turma de  Modernismo/ Profa. Sylvia Cyntrão)

Importante: A entrada para a conferência da doutora Chistina e do poeta Corsino será garantida até somente o limite de espaço para assentos na sala.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

PALAVRA E PODER -DIAS 4, 5, 6/ 7 -VIVOVERSO DIVULGA E CONVIDA



ACESSE TODA A PROGRAMAÇÃO EM
http://www.mulhereliteratura.com.br/

ESTAREMOS PARTICIPANDO DA MESA MULHERES NA MÚSICA, SÁBADO, DIA 06/7, 16h

Sessão de Comunicações - Sala 4 – Mulheres na Música

Participante 1
No candeeiro de Dona Ivone Lara, a luz da mulher negra como farol no Atlântico Negro
Edelu Kawahala- UFSC

Participante 2
O canto e a voz das mulheres de Atenas, do Brasil e de alhures
Cleide de Oliveira Lemos-Senado Federal

Participante 3
A estruturação do feminino contemporâneo na canção popular brasileira
Sylvia Helena Cyntrao- UnB


Participante 4
A representação da voz feminina na contemporaneide nos versos de Adriana Calcanhotto
Ismênia Pereira da Costa Santana -UnB


Participante 5 – Coordenadora
Olhos coloridos: a estética da diversidade na literatura e na música afro-brasileiras
Cristiane Felipe Ribeiro de Araujo Côrtes -UFMG

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

POEMAS DE UMA VIVÊNCIA COLETIVA


No último sábado, dia 25, no CCBB, promovemos a Oficina de Poesia do projeto ESCRITORES BRASILEIROS*, com o objetivo de estimular a criatividade e a auto-compreensão, a partir da leitura.

A tarde constou de vários momentos animados, entre eles a vivência de criação coletiva e a participação de Felipe Cyntrão que cantou demonstrando o processo de intertexto em suas canções e deu uma prévia de seu Cd  "Bsb, Só ela" (no prelo, para breve).

Reproduzo in natura os 5 textos da criação coletiva , que teve como apoio visual o quadro "Rosa Meditativa" de Salvador Dali e foram lidos-declamados em sequência aleatória após a produção, mobilizando fortemente o grupo.
 
I-
Vi naquela rosa o seu deserto
Seus pequenos e grandes lábios
Me enroscaram na noite de ontem
E vivi um feliz desabrochar
Viver aquela rosa é o meu deserto
Encontro  que estou sempre a esperar

II-
Consciência elevada
Meus pés estão no chão
Mas eu não
O amor me deu asas e eu voei
Expressão do despertar da beleza singela da juventude

III-
Plantei uma rosa no meu jardim
Mas não imaginei tanto florir
Goteja sangue no cenário ocre
Das pessoas desgarradas
No chão sem cor
Mas pode ser suave se experimentado
Com ardor
Com cor
A-m-o-r

IV-
Viver é contemplar as coisas grandiosas e as simples
Deserto, céu, pessoas, rosa
Sentimentos expurgados numa sala estranha
Só o deserto segura a rosa
E o nosso peito
Este peito asfáltico perfurado e rasgado pela flor
Flor que fura o tédio, nojo e ódio
Flor que perdura ainda que a alma esteja inóspita
Manchada do sangue que jorra
Flor que vaga
Num vagar infinito

V-
Viajar no vazio repleto de sensações
Um homem velho banguela comendo pipoca
Uma rosa suspensa no sentimento do mundo
Eu só deveria ter te amado como se não houvesse amanhã.

Dos inspirados:  
Aldmeriza, Amanda Regina, Andressa Matias, Aparecida Ivonery, Celia Ambrosio, Claudia Kamp, Elicio Pontes, Elisete Teixeira, Gustavo Rolim, Guto Resende, Italo Mendes, Lenir Fidelis, Marcelo Andrade, Maria das Graças Antunes, Silvana Faveri, Sofia Faveri, Juliana, João Elias, Vani Emment.
__________________________________________________________________


Em seguida apresento o "poema-intertexto" que fiz : uma homenagem aos autores da tarde de sábado, a partir dos versos por eles produzidos.

Naquela rosa o seu deserto:
asas e despertar  
meus pés no chão
mas eu não
...consciência elevada

Pequenos e grandes lábios
me enroscaram na noite
e vivi...
que viver aquela rosa é  meu deserto
e  meu encontro  

Goteja sangue no cenário ocre
das pessoas desgarradas
no chão sem cor.
Uma rosa no meu jardim
e o florir...

Viver é contemplar
deserto, céu, pessoas, rosa
suave em ardor
cor
a-m-o-r

Sentimentos expurgados
no peito asfáltico rasgado pela flor
que fura o tédio, nojo e ódio
e perdura na alma inóspita
manchada do sangue que jorra.

Rosa suspensa no sentimento do mundo,
um homem velho banguela comendo pipoca
é flor que vaga
no vazio repleto de sensações,
como se não houvesse amanhã.

Só, o deserto segura a rosa
...e  o nosso peito.

***
* Agradeço  ao curador, Marcelo Andrade, e à Cátedra Unesco da PUC-RIO, em especial à profa. dra. Eliana Yunes.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

POESIA CONTEMPORÂNEA: OLHARES E LUGARES - O LIVRO!


Vem aí o livro com as reflexões  dos craques da arte.*
No prelo! 
Aguardem o lançamento.
Sumário 

Apresentação


 O emprego do poeta- por Eliana Yunes

 Ensaios
Ana Cristina Cesar: entre as letras de protesto e as torres de marfim
Adriana Araújo
Brasília é apenas um lugar comum
Alexandre Marino
Arte e mercadoria na poesia de Ferreira Gullar
Alexandre Pilati
Prosa, poesia, prosa poética e poesia em prosa -fronteiras que se entrecruzam
Amneres Santiago
Poesia contemporânea: o lugar editorial
Antonio Miranda
A poética contemporânea de Brasília
Augusto Rodrigues
Dois séculos de poesia na América Latina
Elga Pérez Laborde
O lugar socioexistencial da poesia contemporânea
Érico Braga
A palavra, seus princípios: considerações acerca do étimo de poesia
Fernando Fiorese
Lugar nenhum
José Castello
Retorica y literatura en el Aleph de Jorge Luis Borges y La máquina del mundo de Drummond
José Luis Martinez Amaro
A arbitrariedade do signo em César Vallejo
Lucie Josephe de Lannoy
Contra a Força do Limbo, a Poética da Qualidade
Maurício Melo Júnior
Meiaoito, um poema-roteiro de cinema
Luis Turiba
Linguagem poética e o contemporâneo
Piero Eyben
O mercado no caminho do poeta
Sergio Leo
O lugar da poesia dos versos da música popular brasileira numa situação de blog
Sylvia Cyntrão

Perfil
Alex Moraes e a história poética da Tertúlia Produtos culturais-
Depoimento do artista

Poemas
Nicolas Behr inéditos
Antologia poética sobre Brasília-
Roteiro de “Brasílias de luz”- espetáculo do Grupo Vivoverso, com textos poéticos de
Affonso Romano de Sant’Anna , Alceu Valença , AL-Chaer , Anderson Braga Horta, Augusto Rodrigues, Cassiano Nunes, Cassiano Ricardo, Clarice Lispector, Felipe Cyntrão Corrêa, Gilberto Gil, Ítalo Calvino, Jamil Almansur Haddad ,Joanyr de Oliveira , João Carlos Taveira, Letícia Fialho, Luis Turiba, Lúcio Costa, Nicolas Behr, Oswaldo Montenegro, Paulo Ohana, Renato Russo, Toninho Horta e Fernando Brant, Ulysses Machado.  

Texto de homenagem ao poeta e cancionista Oswaldo Montenegro com Palavras do artista.
***
* Textos das Mesas de Debates do II Simpósio de Crítica de Poesia -Brasília