https://www.youtube.com/watch?v=opqfdbFZV10e vídeo

Loading...

domingo, 6 de julho de 2014


"Quem Canta Comigo? 
Chico Buarque, Sinal Aberto!"

JÁ CONFIRMARAM PRESENÇA...

JÚLIO DINIZ

É professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), desde 1987, instituição na qual Ccncluiu o Mestrado (1987) e o Doutorado (1995) em Literatura Brasileira . Foi professor visitante na Universidad de Salamanca (Espanha) onde fez o Pós-Doutorado em 2000. Realizou trabalhos na área de cinema, música e produção cultural, como no filme Palavra (En)cantada, de Helena Solberg, em que foi o consultor de pesquisas. Foi membro do Conselho Estadual de Cultura do Rio de Janeiro (2004-2006) e Vice-Presidente da ANPOLL (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística) no biênio 2011-2012. Coordena os projetos do NELIM (Núcleo de Estudos em Literatura e Música) na PUC-Rio.
 
 JOSÉ MAURO BARBOSA RIBEIRO
 
É professor e pesquisador vinculado à Universidade de Brasilia, com atuação no curso de Licenciatura em Teatro. Participa do grupo de pesquisa Pedagogias do teatro e ação cultural (Lattes-CNPq), que se volta para as áreas de ensino da arte, formação de professores, pedagogia do teatro, ação cultural em comunidades e arte contemporânea. Doutor em Teatro Educação pelas Universidades Federal da Bahia/Universidade de Paris. Publicou livro "Trajetórias e políticas para o ensino de artes" e "'Módulo de Ensino de Teatro" - EAD/UnB. Exerceu o cargo de Presidente da Federação de Arte-Educadores do Brasil (FAEB/2003-2008). 

LUIS TURIBA
É poeta e Jornalista, nasceu em Pernambuco, em 1950, e vive em Brasília desde 1979, tendo recebido o título de Cidadão Brasiliense pelos serviços prestados à cultura da cidade. Sua estréia na poesia se deu pela publicação do livreto Kiprokó em 1977. É um dos fundadores da famosa revista Bric-à Brac, que marcou época em Brasília. Recebeu o Prêmio Candango de Literatura  do Governo do Distrito Federal, em 1998, pelo livro-CD Cadê. Sua obra Bala  e  Qtais (7Letras) reúnem os poemas mais recentes do escritor.

 

JOSÉ CASTELLO
É graduado em Teoria da Comunicação e também no curso de Jornalismo, ambos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro torna-se mestre na profissão que exerce ativamente desde a década de 70. Passou pelo Diário de Notícias, O Globo e Rio Arte. Coroa-se como crítico literário em 1993, quando publica uma biografia de Vinicius de Moraes e atinge as páginas d'O Estado de São Paulo como cronista e repórter. Castello colaborou também com as revistas Veja, Isto É e Playboy. Apesar dos veículos renomados que atingiu, contribuía para o semanário Opinião e para o jornal literário Rascunho. Em 2011 Castello ganhou o Prêmio Jabuti com "Ribamar" e atualmente escreve para O Globo. 
 
ANAZILDO VASCONCELOS DA SILVA

É professor aposentado da UFRJ, doutor em Semiologia, pesquisador e crítico literário, com vários livros publicados em diversas áreas, como Semiologia, Literatura brasileira, MPB e Teoria literária. São dele as primerias análises das canções de protesto de Chico Buarque de Hollanda, em plena década de 1970, e  que configuraram sua dissertação de mestrado sob a orientação de Afrânio Coutinho, na UFRJ.  Publicação recente: Quem canta comigo: representações do social na poesia de Chico Buarque. Rio: Garamond, 2010.
 
FERNANDO FIORESE
É graduado em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1986), mestre em Comunicação (1991) e doutor em Letras (Ciência da Literatura/Semiologia), ambos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Professor associado da Universidade Federal de Juiz de Fora, atuando na Faculdade de Letras e no Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários. Foi diretor da Faculdade de Comunição da UFJF. Tem experiência nas duas áreas  -Letras e Comunicação- com ênfase em Teoria Literária, Literatura Brasileira, Poesia e Cinema. Poeta, escritor, tradutor e ensaísta.


CLODO FERREIRA                                                                                                                                       

Cantor, compositor, professor e publicitário, Clodo Ferreira ocupa um espaço importante na música brasileira desde meados da década de 1970. Tanto integrando o lendário trio Clodo, Climério e Clésio quanto em sua carreira solo, sendo responsável por várias canções, entre elas a célebre 'Revelação', que se popularizou na voz de Raimundo Fagner. Professor da Faculdade de Comunicação da UnB.