https://www.youtube.com/watch?v=opqfdbFZV10e vídeo

Loading...

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Para o Ano Novo, mensagem do 'nosso' poeta Augusto Rodrigues

Caros Amigos & Pesquisadores & Artistas & Poetas 


segue uma meditação cabralina do ano que se inventa:

"A aranha passa a vida
tecendo cortinados
com o fio que fia
de seu cuspe privado.

Jamais para velar-se:
e por isso são ralos
Para enredar os outros
é que usa os enredados."
(João Cabral)

faço votos de que o próximo ano seja de muita poesia e encontros para bons eventos, boas leituras, bons cafés com versos e bons livros.

que façamos bem esta brasília que faz tão bem para o campo das artes literárias

grande abraço e muita paz em 2011 para vocês e suas famílias

vivo o verso pois o verso vige
vivo do verso para o ver solto e simples
ver vir ser o verso: para o ser
poesia assim: vivoverso ser vivo e ser

Augusto

Nenhum comentário:

Postar um comentário