https://www.youtube.com/watch?v=opqfdbFZV10e vídeo

Loading...

terça-feira, 31 de março de 2009

Olho vivo(verso)!!!


O Grupo VIVOVERSO está presente também na página do Departamento de Teoria Literária e Literaturas – TEL, da UnB.

Dê uma olhada:


http://www.poslit.unb.br/noticia.php?form_id_materia=144

Aproveite a visita, o site é um deleite! Navegue!

16 comentários:

  1. Esta foi sua última invasão e, provavelmente, a menos devastadora.
    Pois cada alma que ousa adentrar este grupo-família arrisca misturar sua identidade com a da poesia contemporânea numa viagem inusitada e ao mesmo tempo divina.

    Maxçuny

    ResponderExcluir
  2. Uau, Maxçuny, o grupo etá revelando poetas, além de almas mais do que poéticas comoa sua!
    Beijos a tod@s.
    Sylvia
    E...ficou lindo Juju, meu coração está em festa mais uma vez com seu empenho!

    ResponderExcluir
  3. Alo galera, apenas testando pra ver se a mensagem aparece!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Gente, tem um site legal que dá uma geral sobre como criar tensão em uma peça, o que evitar, etc. O site é: http://www.cobra.pages.nom.br/ecp-teatroscript.html

    ResponderExcluir
  7. Beleza galera,

    algumas frase das MPB:

    "Eu não quero ver você cherando ópio, pra sarar a dor" - Zeca Baleiro

    "O cara mais underground que eu conheço é o diabo" - "

    "Mas eis que chega roda viva e carrega a tristeza pra lá" - Chico Buarque

    "Vou comprar uma faixa amarela bordada com o nome dela e vou mandar pendurar na entrada da favela" - Dudu nobre
    eu sei que isso é pagode!

    "Pai e mãe, ouro de mina" - -Djavan
    Alguém inevitavelmente ia postar essa

    "Solidão, demanha, poeira tomando assento, rajada de vento, som de assombração, ilusão o sol brilha por si" - Djavan

    "que minha loucura seja perdoada, porque metade de mim é amor, e a outra, também" - Oswaldo

    "Que contradição, só a guerra faz, nosso amor em paz!" - Gilberto

    "Longe do meu domínio, se vai de mal a pior, vem que eu te ensino, como ser bem melhor!" - Kid Abelha- Leone

    "Sabe lá o que é morrer de sede em frente ao mar" - Djavan

    "Se em terra de cego, quem tem um olho é rei, imagine quem tem os dois" - Oswaldo

    " Lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa" - Renato Russo

    "É só amar, amar, cada um por cada um, é esse o sentido". - Kim

    "Apesar de colher as batatas da terra, com essa mulher eu vou até pra guerra" - é sertanejo...

    "Quando eu estou aqui, vivendo esse momento lindo" - Essa eu to só brincando.

    ResponderExcluir
  8. "Enquando você se esforça pra ser, um sujeito normal, eu do meu lado aprendendo a ser louco, um maluco total, na loucura real".

    ResponderExcluir
  9. "é um caco de vidro, é a vida é o sol, é a noite é a morte, é o laço é o anzol" - Adivinha

    ResponderExcluir
  10. Ah, ah, venha sugar o calor de dentro do meu sangue vermelho,Tão vivo, tão eterno veneno;
    Que mata a sua sede e me bebe quente como um licor; Brindando a morte e fazendo amor.
    Rita Lee - Pário duro eim?

    ResponderExcluir
  11. "Viver é melhor que sonhar
    E eu sei que o amor
    É uma coisa boa
    Mas também sei
    Que qualquer canto
    É menor do que a vida
    De qualquer pessoa"...
    Belchior - Como nossos pais

    ResponderExcluir
  12. "Meia lua inteira supapo, na cara do fraco estrangeiro tocador, cocar de coqueiro baixo quando engano se enganouooo" - Carlinhos Brown

    ResponderExcluir
  13. "Nanã Borokô fazer um Bulandê
    Efó, caruru e aluá
    Pimenta bastante pra fazer sofrer
    Bastante mulata para amar" - Vinicius de Moraes- A Bênção, Bahia

    ResponderExcluir
  14. Quem de dentro de si
    Não sai!
    Vai morrer sem amar
    Ninguém!
    O dinheiro de quem
    "Não dá
    É o trabalho de quem
    Não tem!
    Capoeira que é bom
    Não cai!
    E se um dia ele cai
    Cai bem!..." - berimbau - Vinícius de Moraes

    ResponderExcluir
  15. Eis os versos mais belos da MPB, para mim é claro. São de Gonzaguinha, em Mergulho”, quando caracteriza, com antíteses, o momento mais sublime do amor, o da entrega total: “... eis aqui o fim o começo / A dor e a alegria, eis a noite, eis o dia/ São memórias de doce e de sal /Nosso bem, nosso mal”. Mais a frente, a forma de dizer que esse instante não pode se tornar rotina, “É a primeira vez, é de novo, outra vez /Sem ser novamente”. Para completar, reforçar a idéia do que ser e de como estar nesse instante,conclui: “E assim nessa hora devemos despir /O que seja vaidade, o que seja orgulho /E do modo mais franco de ser vamos juntos, nesse nosso mergulho". Esses versos dizem tudo, não é preciso dizer mais nada.

    ResponderExcluir
  16. Sylvia,felicito-a e o grupo pela ideia maravilhosa.É, entretanto, tão difícil escolher "os mais belos" nesse universo de palavras encantadas da música popular brasileira.Parabéns!!!!!!!!!!!
    Um abraço

    ResponderExcluir